Category Archives: Filmes

Resenhas, críticas e resumos de filmes e documentários

Crônica Cultura Geek Filmes Resenhas

Aniquilação: a minha interpretação sobre o filme

*** SPOILERS AHEAD ***

O filme aniquilação é um daqueles que deixam um final aberto e muitas dúvidas. Pra mim a maior dúvida é o próprio título: quem foi aniquilado neste filme? O filme começa com a queda do que parece um cometa caindo na Terra, e atingindo um farol da Florida. Esse é e na criação de um brilho (shimmer) em torno deste local onde coisas estranhas acontecem.

Minha primeira opinião é que esse inicio se refere à teoria que a vida na Terra possa ter começado fora da terra, uma teoria chamada de panspermia. No filme uma NOVA forma de vida chega novamente à Terra

Outra opinião é que essa nova vida não possui a falha das células que é citada logo no inicio do filme e que leva à morte, ou seja essa é uma forma de vida imortal. E ao cair na Terra começa a se misturar com as outras formas existentes gerando Mutantes. As mutações geram as formas estranhas que aparecem no filme, alterando os animais e as plantas, misturando os DNAs e criando novas mutações. Como um caldeirão de experimentos e seres absurdos.

Como toda forma de vida o seu objetivo é se reproduzir e se perpetuar. Para se perpetuar precisaram criar um primeiro casal (um novo Adão e Eva). Interessante como o interior do Shimmer parece um paraíso. Quando conseguem um casal com a afinidade de se perpetuarem o objetivo do Shimmer (um casulo) terminou e ele se auto-destrói.

No final do filme temos a revelação que o casal está formado pelo clone do soldado e com a mutação da protagonista e a revelação no final, pelo brilho no olho que a nova forma de vida está ativa nos casal e que eles estariam prontos para aniquilar a nossa existência com uma mutação completa da raça humana.

Crônica Filmes Resenhas

A primeira série você nunca esquece


PILOTO

Acabei de encontrar e rever no YouTube os 50 episódios da minha primeira série de TV: O Fantasma e a Sra . Eu vi na TV quando tinha uns 10 ou 12 anos (1970/1972)

Nesta série uma jovem viúva, Carolyn Muir, interpretada pela linda Hope Lange, se muda com seus dois filhos pequenos e uma criada para uma casa à beira do mar na região americana da Nova Inglaterra. Um casa antiga que é assombrada pelo seu antigo proprietário, um rabugento homem do mar, o Capitão Daniel Gregg, personagem de Edward Mulhare. O Capitão, a princípio, resiste à invasão mas aos poucos desenvolve um carinho pela família e um evidente amor platônico pela irresistível Sra Muir.

O charme do lugar, da situação dos personagens me fez voltar à infância e às coisas simples. A série foi apresentada de 1968 a 1970 e teve 50 episódios de 20 min cada que são facilmente encontrados no Youtube com uma ótima qualidade. Altamente recomendada e que merece os 7.7 pontos no IMDB.

Seguem alguns dos primeiros episódios


S01E03 – Treasure Hunt


S01E06 – Vanessa


S01E21 – Make Me a Match


S1E24 – The Medicine Ball


S02E04 – Double Trouble

Filmes Livros Resenhas

Haverá espaço para humanos após a Inteligência Artificial?

hexagon-27

A Inteligência Artificial é uma das tecnologias mais importantes e revolucionárias que já foi inventada pelos homens. As possibilidades nos aproximam do que poderíamos chamar de deus, criando algo que poderíamos considerar consciente ou vivo. O autor é filósofo, não um técnico, e também é um autor de ficção científica. Isso dá ao livro um bom tom explicativo e analítico, e ajuda a avaliar as possibilidades e desdobramentos para o nosso futuro. Inicialmente eu achei o livro um pouco otimista demais, mas como a evolução da análise e as referências do livro me coloquei mais em uma visão realista das possibilidades próximas da IA em nossas vidas. As discussões do livro são relevantes e o livro é obrigatório para especialistas e não especialistas. Altamente recomendado.

Surviving AI: The promise and peril of artificial intelligenceSurviving AI: The promise and peril of artificial intelligence by Calum Chace
My rating: 5 of 5 stars

Artificial Intelligence is one of the most important and revolutionary technologies that was ever invented by men. The possibilities bring us closer to what we could call a god by creating something we could consider conscientious or alive. The author is philosopher, not a technician, and is also a science fiction author. This gives the book a nice explanatory and analytical tone, and it helps evaluate the possibilities for our future. Initially I found the book a little too optimist, but as the analysis and the references the book gave put me more in a realistic view of the close possibilities of AI in our lives. The discussions of the book are relevant and the book is a must read for specialists and non specialists. Highly recommended.

View all my reviews

Cultura Geek Filmes Resenhas

10 Bons filmes que assisti em 2014/2015

10 bons filmes que eu assisti nos últimos meses, em nenhuma ordem em particular. Ficção científica, alguns documentários e muita diversão.


Jodorowsky´s Dune (2013)
Um documentário sobre o melhor filme que nunca foi realizado. Isso mesmo, um filme fantástico, mas que nunca saiu do papel, um filme de ficção científica baseado no livro Duna, que nunca foi produzido mas que pode influenciar a indústria e definir padrões de filmes de ficção científica até hoje. Veja as ideias geniais do diretor e tudo o que aconteceu. Interessante até pra imaginar como seria o mundo do cinema se esse filme tivesse sido feito.


Tim´s Vermeer (2014)
Vermeer é um gênio da pintura barroca holandesa. Especializado em pinturas de interiores suas imagens e cores tem uma assinatura que até um leigo (como eu) sabe que se trata de um Verneer. Um rico empresário americano tenta desvendar como Vermer conseguia produzir as cores e imagens tão precisas, e que talvez ele seria, na verdade, um gee, mais um técnico do que só um grande artista. Você concorda com ele?


Ex-Machina (2015)
Se você é da área de computação deve conhecer o teste de Turing onde um usuário deve descobrir, por interações com um sistema, se ele está conversando com um computador ou um ser humano. Se ele não souber diferenciar o programa tem a chamada “inteligência artificial”. Imagine levar este teste às últimas consequências, veja o filme e descubra o que pode acontecer.


Chappie (2015)
O que acontece se você colocar um robô no meio de uma gangue? O visual deste filme é bem interessante também. Você pode não acreditar que o casal do filme não estava atuando, eles são assim mesmo!


Focus (2015)
Não tente adivinhar o que vai acontecer neste filme. Você não vai acertar. Surpresas, apostas, perdedores e o espectador é o grande vencedor.


Wild Tales (2014)
Um dos melhores filmes que eu vi há tempos. Históricas conectadas por um sentimento: ódio. E o pior é argentino (shit!)


Begin Again (2014)
Quem não gosta de uma comédia romântica que mistura música e uma garota sonhadora? A cena dos instrumentos tocando sozinhos e montando um arranjo é genial.


Lucy (2014)
Scarlett Johansson, computação, ficção científica, inteligência artificial. precisa dizer mais?


The Grand Budapest Hotel (2014)
Mais um filme genial do diretor Wes Anderson, inspirado no texto de Stefan Zweig, sobre as histórias curiosas em um hotel fantático.

Filmes Resenhas

O que assistir no NetFlix?


Muitas vezes escolher filmes no Netflix é difícil. Não pela quantidade de bons títulos, mas pela dificuldade de achar alguma coisa boa que eu ainda não tenha visto . Pra facilitar a sua vida, selecionei 4 filmes que acho que não são muito conhecidos, e que eu gostei muito quando eu vi, e que estão disponíveis no Netflix. O que eles têm em comum, quase nada. São todos um pouco road-movies com exceção do (2), com uma boa história se passando na estrada (ou na ferrovia(1)) . Fazendo um elo de igação entre os filmes, se descobre que (1) Falling in Love (1984) tem uma Meryl Streep jovem, enquando em (2) Julie & Julia (2009), a atriz está mais madura e é baseado em uma história real, assim como a historia de (3) Into the Wild (2007) que é dirigido por Sean Pen que é o protagonista do (4) This must be the place (2011). Agora prepare a pipoca, escolha o seu filme e boa diversão.


1. Falling in Love (1984) com Meryl Streep e Robert De Niro [IMDB]
Este filme me conquistou inicialmente pela música de Dave Grusin. A música envolve os momentos importantes desta comédia romântica estrelada por uma linda e jovem Meryl Streep. A cidade de Nova York é uma personagem importante neste filme de 1984, unindo e separando pessoas na sua constante agitação. Um filme ótimo para uma tarde chuvosa com um bom vinho (sem pipoca) ao lado da sua pessoa mais querida.
.

2. Julie & Julia (2009) (com Meryl Streep e Amy Adams) [IMDB]
Não assista este filme com fome. É um filme para os foodies e pra quem gosta de cozinhar. Mais uma linda interpretação de Meryl Streep no papel de Julia Child autora dos mais famosos livros de colunária para os americanos. O filme alterna a história de Julia com uma blogueira em 2002 Julie Powell que pretende cozinhar todas as recitas do primeiro livro de Child. O filme é baseado em uma história real.
.

3. Into the Wild (2007) (Direção Sean Pen) [IMDB]
Pode ser que eu tenha gostado deste filme porque eu li o livro, mas outros que viram só o filme também gostaram. Outro filme baseado em uma história real, e terrivelmente real. Eu acho um filme duro e difícil, um road movie de um jovem na procura da sua verdade, questiona os EUA, questiona as convensões, um tapa na cara dos conformistas.
.

4. This must be the place (2011) (com Sean Pen) [IMDB]
Um filme estranho, que já dá pra ver pelo poster com Sean Pen vestido como Cheyenne um Rock Star aposentado, que vive dos seus direitos autorais em Dublin. Ele decide voltar à Nova York para procurar o homem responsável pelo sofrimento do seu pai, recentemente falecido, durante a segunda grande guerra. Com uma participação mais do especial do Talking Head David Byrne. Um filme para hispters e antenados. Uma tenção especial à Fotografia deste filme, com ângulos e panorâmicas de tirar o fôlego.

Filmes Resenhas

Série Vikings

Acabei de assistir à segunda temporada da série Vikings. Uma boa alternativa para o jejum do Game of Thones, já que a série tem alguns elementos de disputa de poder, fantasia e reinos medievais. Apoiada em certa parte na história a série conta a história de um lendário rei e suas guerras. Apesar da produção claramente mais simples que GoT a série é muito boa.
.
1a Temporada

.
2a Temporada

.
Theme song

.
Documentário sobre os Vikings

Crônica Filmes

Brasil Penta-campeão de Futebol

Para ir entrando no ritmo de copa do mundo, aqui estão filmes originais das campanhas do Brasil nos anos dos seus 5 títulos: 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002. Acho interessante ver a evolução do futebol aos longo dos anos.


1958 – Final da Copa na Suécia, Brasil x Suécia. Zagalo, Pelé, Vava, Didi e Garrincha.


1962 – Final da Copa no Chile, Brasil x Tchecoslováquia.
Consagração do Garrincha. Pele fora por contusão.


1970 – Final da Copa no México, Brasil x Itália
Essa eu me lembro de assisti pela TV. Pelé, Jairzinho, Tostão, Gerson, Carlos Alberto e Rivelino.


1994 – Resumo da BBC da Copa nos EUA, Brasil x Italia
Não aguento o narrador Brasileiro


2002 – Final da Copa do Japão, Brasil x Alemanhã.
Prefiro ouvir em russo do que ouvir o G….o.

Crônica Filmes

Músicas da Copa 2014

A música da copa é coisa importante, tanto que a FIFA quer controlar e ganhar direitos sobre ela. Fiz um apanhado de uma série de músicas criadas para aproveitar esse momento. A maioria oficial, mas nenhuma me pegou ainda. Escolha a sua versão, mas saiba que ela vai ser tocada até queimar seus neurônios….

Versão Oficial
A versão oficial (Olodum Mix) com Pitbull, um cara superfamoso no Brasil e que parece que tá sempre com o circo armado, acompanhado pela grande fã de futebol (americano) Jeniffer Lopez. Talvez você nem note, a Claudia Leite tá no clipe, escolhida talvez por ser parecida com a Jeniffer. We Are One (Ole Ola) [The Official 2014 FIFA World Cup Song]

Minha Favorita
Minha música favorita não foi feita pra a Copa, mas tem o espírito do campeonato é MC Guime – País do Futebol Part. Emicida

Correndo por fora
Outras músicas correm por fora pra tentar ser o hino da copa, pra mim, sem nenhuma chance como Shakira – Dare (La La La)

Ricky Martin – Vida (Official)

Dar um Jeito (We Will Find a Way) [The Official 2014 FIFA World Cup]

Musica-propaganda
E ainda temos as musicas-propagandas como a da Coca-cola e suas variações a da LG com o Seu jorge e a do ITAU que de tão sem graça eu nem coloquei aqui.

FIFA World Cup 2014 Brazil Song – THE WORLD IS OURS (Coca Cola)

Gaby Amarantos e Monobloco (Todo Mundo – Coca Cola)

Arena Brasileira (patrocinio da LG) com o Seu Jorge, dirigido por Spike Lee

Ladeira da memódia
Pra comparar segue a música de 2010 e de 1970.

Shakira – Waka Waka (This Time for Africa) (The Official 2010 FIFA World Cup™ Song)

Tema da Copa do Mundo do México 1970 – “Noventa milhões em ação”

Download Filmes Resenhas

A proto-punk band called DEATH

Acabei de ver o melhor documentário de 2014 (e ainda estou em abril)!

É a história de uma banda de punk rock, de três irmãos negros de Detroit, na época da Motown, com ótima música e uma história de cair o queixo. A Música Politicians in My Eyes foi gravada em 1974, lançada em 1976, por três irmãos negros de Detroit (David, Bobby and Dannis Hackney) que um dia foram testemunhas de Jeová. Não fizeram nenhum sucesso, talvez por estarem no lugar errado na época errada. (Os Ramones gravaram o seu primeiro álbum, Ramones, em Nova York em 1976)

David, o líder da banda, uma mistura de Hendrix com Mick Jones (Clash) profetizou o futuro da banda, dele mesmo e da música com um toque de misticismo. Desde o nome da banda e sempre foi fiel às suas ideias. Mais tarde se voltaram à música Cristã formando o grupo The Fourth Movement, e finalmente os outros dois irmãos se voltando para o reggae com algum reconhecimento do mercado.

O documentário A BAND CALLED DEATH foi lançado em 2012 e é sensacional: várias histórias dentro da história, comovente, boa música.

Quanto à música ouça e tire suas próprias conclusões. Duas músicas com gravações originais:

Death – Politicians In My Eyes

Death – Keep On Knockin’


A Banda DEATH em nova formação

Ref.: Death “Politicians In My Eyes” 7″

Cultura Geek Filmes

Nomes de Mulher


Saiu o novo episódio do Star Trek Continues – LOLANI
Me lembrou da música do Jorge Benjor (do tempo que ele era só Jorge Ben) e Tim Maia chamada “Lorraine”.


Que tem uma frase interessante “Ela é a Liberdade, ela é a rima e o amor/ Ela é a mulher e a sensualidade” que liga com história.

Nomes de mulher sempre dão músicas interessantes, tanto que o Jorge Ben fez duas músicas para Domingas.
Domingas by Jorge Ben on Grooveshark

Domingas by Jorge Ben on Grooveshark

Fátima by Capital Inicial on Grooveshark

Um Nome de Mulher by Vinícius de Moraes on Grooveshark
Um nome de mulher
Um nome só e nada mais
E um homem que se preza
Em prantos se desfaz
E faz o que não quer
E perde a paz